Laboratorio de análisis Echevarne

Prémio Nacional de Oncologia

Prémio Nacional de Oncologia

A Fundação Echevarne premeia o esforço científico que mais contribuiu para o desenvolvimento do conhecimento dos genomas do cancro, das suas alterações, transcriptomas e/ou epigenomas e da sua interpretação funcional na transformação celular e/ou na progressão tumoral, incluindo a disseminação metastática. O Prémio consiste numa dotação de 50.000 €, concedida a um único investigador pelos seus resultados científicos.

 

DECISÃO DO VII PRÉMIO NACIONAL DE ONCOLOGIA FUNDAÇÃO ECHEVARNE

O Dr. Elías Campo, galardoado pelas suas investigações sobre genética e biologia molecular das leucemias humanas

A Fundação Echevarne premiou o Doutor Elías Campo, patologista e investigador espanhol, pelo seu trabalho no campo da genética e biologia molecular das leucemias humanas. É considerado pioneiro e líder internacional na investigação das leucemias linfocíticas e do linfoma das células do manto, e os trabalhos do seu laboratório, juntamente com projetos em colaboração com outros investigadores nacionais e internacionais, conseguiram decifrar o genoma da doença, o que permitiu avançar no seu diagnóstico.


Para aceder à decisão, clique aqui

Para mais informações:
Fundação Echevarne
fundacion@echevarne.com
Tel. +34 935 059 758

História do Prémio Nacional de Oncologia

Historia del Premio

2019
2019

II Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

A segunda edição do Prémio foi celebrada no ano de 1999, resultando vencedor o trabalho realizado pela Dra. María A. Blasco sobre a “Implicação da telomerase e dos telómeros em instabilidade cromossómica e cancro”.

Licenciada e doutorada em Biologia pela Universidade Autónoma de Madrid, iniciou os estudos sobre a atividade da enzima telomerase e a sua implicação no cancro durante a sua estadia pós-doutoral no Cold Spring Harbor Laboratory de Nova Iorque (1993-1996). Atualmente, dirige o Programa de Oncologia Molecular do Centro Nacional de Investigações Oncológicas (CNIO) em Madrid. O estudo e identificação dos genes implicados nestes mecanismos de manutenção telomérica é fundamental para entender a progressão tumoral.

2019

I Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

Em 1995 foi convocado o I Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne, cujo vencedor foi o Dr. Carlos López-Otín pelo seu trabalho sobre a “Identificação e caracterização estrutural e funcional de novas enzimas proteolíticas e inibidoras de proteases associadas a carcinomas mamários”.

Licenciado e doutorado em Química pela Universidade Complutense de Madrid, este trabalho representou para o galardoado a culminação de vários anos de investigação sobre os processos moleculares que regulam a disseminação de uma célula cancerosa de tecido mamário. Desde 1993, é Catedrático de Bioquímica e Biologia Molecular na Faculdade de Medicina da Universidade de Oviedo.

2019

V Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

A Fundação Echevarne entregou o V Prémio Nacional de Oncologia ao Dr. Eugenio Santos, diretor do Centro Nacional do Cancro e descobridor do primeiro oncogene em tumores humanos.

O galardão, concedido ao trabalho intitulado “A especificidade funcional das oncoproteínas Ras e dos seus reguladores”, representa um reconhecimento à trajetória profissional do cientista espanhol no campo da investigação oncológica.

2019

IV Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

Concedido em edição especial para reconhecer o trabalho da investigação transnacional em oncologia molecular e clínica. Nesta ocasião, foi concedido, também ex-aequo, aos Professores Emili Montserrat e Jesús F. San Miguel pelos seus respetivos trabalhos: “A proteína ZAP-70 como algoritmo terapêutico em leucemia linfática crónica” e “A biologia celular do mieloma e as suas aplicações no tratamento do mieloma múltiplo”.

O Professor Emili Montserrat é licenciado em Medicina pela Universidade de Salamanca e Doutorado pela Universidade de Barcelona. É atualmente Catedrático de Medicina e diretor do Instituto de Hematologia e Oncologia do Hospital Clínico de Barcelona. Membro fundador do International Workshop on Chronic Lymphocytic Leukemia e assessor da OMS nesta especialidade. Foi presidente da European Hematology Association. Na atualidade, é membro do Comité Internacional da American Society of Hematology e faz parte do conselho editorial das mais prestigiosas revistas internacionais sobre hematologia.
O Professor Jesús F. San Miguel é licenciado em Medicina pela Universidade de Navarra e Doutorado pela Universidade de Salamanca. É atualmente Catedrático de Medicina desta Universidade, chefe do serviço de Hematologia do Hospital Universitário de Salamanca e subdiretor do Centro de Investigação do Cancro dessa cidade. Membro fundador da Rede Europeia de Mieloma e do Comité Científico da International Myeloma Foundation e Multiple Myeloma Research Foundation. Foi recentemente distinguido com o Waldenstrom Award pelas suas investigações neste campo.

2019

III Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

No ano de 2003, foi celebrada a terceira edição do Prémio, que adquiriu uma relevância especial ao coincidir com o X Aniversário da Fundação Echevarne, resultando vencedores ex-aequo os doutores Xosé Bustelo e Manuel Serrano pelos seus respetivos trabalhos “Caracterização funcional da família de oncoproteínas Vav” e “Mecanismos de supressão tumoral em resposta ao stress oncogénico”.

O Dr. Xosé Bustelo é licenciado e doutor em Biologia pela Universidade de Santiago de Compostela. Realizou os seus estudos pós-doutorais com o Dr. Mariano Barbacid no Bristol-Myers Squibb Pharmaceutical Research Institute (Princeton, New Jersey) e atualmente trabalha no Centro de Investigação do Cancro de Salamanca.
O Dr. Manuel Serrano é licenciado em Biologia pela Universidade Autónoma de Madrid e doutor na mesma especialidade pelo Centro de Biologia Molecular Severo Ochoa do Conselho Superior de Investigações Científicas. Realizou estudos pós-doutorais no Cold Spring Harbor Laboratory (NY) sob a direção do Dr. David Leach. Na atualidade, dirige um grupo de investigação no Centro Nacional de Investigações Oncológicas em Madrid.

2019

VI Prémio Nacional de Oncologia Fundação Echevarne

A Fundação Echevarne entregou o VI Prémio Nacional de Oncologia ao Dr. Manel Esteller, Diretor do Programa de Epigenética e Biologia do Cancro do Instituto de Investigações Biomédicas de Bellvitge (IDIBELL) e Chefe do Grupo de Epigenética do Cancro, bem como Professor de Genética da Escola de Medicina da Universidade de Barcelona e Professor de Investigação ICREA.

O galardão foi concedido ao trabalho titulado “Epigenómica do Cancro: do conhecimento às aplicações”. Os trabalhos do Dr. Esteller estão centrados no estudo dos mecanismos epigenéticos, revelando que uma série de fatores não genéticos intervêm no desenvolvimento do nosso organismo, bem como em múltiplas doenças pelas suas alterações aberrantes. Os seus estudos proporcionaram importantes contribuições ao entendimento do comportamento das células cancerosas, sobretudo na desregulação dos genes supressores do tumor e nas sequências repetitivas no cancro. Graças em parte aos referidos estudos foram desenvolvidos novos testes diagnósticos e estão a ser provadas inovadoras aplicações de tratamento dirigidas para fármacos epigenéticos, sobretudo contra o cancro.

Consulte os seus resultados